Síntese Orgânica

Praticamente todos os fotossensibilizadores em uso para tratamentos por terapia fotodinâmica (TFD) apresentam algumas limitações considerando as propriedades idealmente desejadas. Desta forma, investir no planejamento e na síntese de moléculas estrategicamente desenhadas consiste numa atividade de grande importância para a obtenção de fotossensibilizadores mais específicos e eficientes. Planejamentos sintéticos seguramente auxiliam na obtenção de moléculas que reúnem um número maior de atividades ideais como: a baixa agregação, a afinidade por moléculas biológicas ou tecidos específicos, solubilidade, habilidade para produzir oxigênio singlete/radicais, baixa fotodegradação, dentre outras potencialidades.

Nesta área de atuação no CEPOF, estamos trabalhando basicamente em duas direções: A primeira delas versa sobre a síntese de novos fotossensibilizadores porfirinóides (do tipo clorinas) planejados para atividades e ações específicas em determinados tipos de microrganismos e tecidos. Todos os trabalhos desta parte estão baseados em modificações semi-sintéticas da clorofila a (Esquema 1). Esta parte do trabalho é motivada pelos bons resultados com derivados de clorofila a na literatura e, acima de tudo, pela grande abundância deste pigmento natural e pelas propriedades do mesmo, já bem exploradas.

jfkhngblsxnf

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A segunda abordagem de síntese de novas moléculas se baseia na preparação do pigmento natural Curcumina (escala multi-grama) e de alguns derivados (Esquema 2). Estas moléculas com grande disponibilidade têm permitido já vários estudos na área de PDT oral, em fungos e de combate a microrganismos em geral.